Google+ Badge

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

O ESTILO RED ALE SEGUNDO O BJCP

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


O BJCP (Beer Judge Certification Program) define as diretrizes de estilo para cerveja. Nesse guia podemos encontrar todos os estilos conhecidos até hoje, analisando a cerveja sob todos os aspectos: cor, aroma, sabor, corpo, densidade, teor alcoólico e muito mais.

Red Ale

Aroma: Aroma de malte de baixo a moderado, em geral de caramelo, mas ocasionalmente de natureza tostada ou como toffee. Pode ter um leve caráter amanteigado (embora não requerido). Aroma de lúpulo de baixo a nenhum (geralmente ausente). Consideravelmente limpa.

Aparência: Cor de âmbar a cobre avermelhado profundo (a maioria dos exemplos possui matiz avermelhado profundo). Límpida. Colarinho baixo, de cor quase branco a bege.

Sabor: Sabor e dulçor moderados de malte caramelo, ocasionalmente com um tostado amanteigado ou lembrando toffee. Final com um leve gosto de grão torrado, que propicia uma típica secura no final. Em geral sem lúpulo de sabor, embora alguns exemplos possam apresentar um leve sabor de lúpulo inglês. Amargor de lúpulo médio-baixo, embora um baixo uso de grãos torrados possa aumentar a percepção de amargor a níveis intermediários. Final de moderadamente seco a seco. Limpa e suave (versões lager podem ser muito suaves). Sem ésteres.

Sensação na Boca: Corpo de médio-leve a médio, embora alguns exemplos contendo baixo nível de diacetil possam proporcionar uma sensação na boca levemente viscosa. Carbonatação moderada. Macia. Moderadamente atenuada (mais do que as Scottish Ales). Pode ter um ligeiro calor alcoólico em versões mais fortes.

Impressão Geral: Um pint fácil de beber. Focada em malte, com dulçor inicial e final torrado e seco.

Comentários: Às vezes produzida como uma lager (neste caso, geralmente não apresentará caráter de diacetil). Quando servida fria demais, o caráter torrado e o amargor podem parecer mais elevados.

Ingredientes: Pode conter alguns adjuntos (milho, arroz ou açúcar), embora o uso excessivo de adjuntos possa prejudicar o caráter da cerveja. Geralmente tem um pouco de cevada torrada para conferir a cor avermelhada e o final torrado e seco. Maltes, lúpulos e leveduras do Reino Unido/Irlanda.

Estatísticas: OG: 1,044 – 1,060

IBUs: 17 – 28 FG: 1,010 – 1,014

SRM: 9 – 18 ABV: 4,0 – 6,0%



 
OG – Original Gravity: Densidade Original. Medida da densidade do mostoantes da fermentação, que varia com a quantidade de açúcares em solução.
IBU – International Bittering Units: Unidades Internacionais de Amargor. Escala referente ao amargor do lúpulo.
FG – Final Gravity: Densidade Final. Medida da densidade do mosto fermentado. A relação entra a OG e a FG ajuda a estimar o teor alcoólico da cerveja final.
SRM – Standard Reference Method: Método Padrão de Referência, relativo à cor da cerveja, sendo valores mais baixos para cores mais claras e valores mais altos para cores mais escuras.
ABV – Alcohol by Volume: Volume de álcool por volume total de líquido (álc./vol.). Expressa o teor alcoólico.

CERVEJAS NACIONAIS:

·         Karavelle Red Ale

·         Dado Bier Red Ale

·         Baden Baden Red Ale

·         St Gallen Irish Red Ale

·         Way Beer Irish Red Ale

·         Irmãos Ferraro Red Ale

·         Bierland American Red Ale

·         Dortmund Ratos de Porão Red Ale e muito mais!!!

 







 

Nenhum comentário:

Postar um comentário