Google+ Badge

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

EMAGRECER COMENDO SALSICHAS E TOMANDO CERVEJA É POSSÍVEL? SIM...

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


 Essa dieta de cervejas e salsichas está sendo feita  pelo americano do Arizona Evo Terra, que conseguiu perder aproximadamente 7 kg no primeiro ano dessa "dieta dos sonhos". Ele começou essa dieta fora do padrão há 3 anos e só consome uma porção de duas salsichas e até seis cervejas por dia - cerca de 15.000 calorias por semana. 

          "A maior parte do peso que perdeu foi de gordura corporal", diz o doutor Terry Simpson, médico do americano e, ainda afirma: "Seu colesterol diminuiu em um terço." A saúde de Evo foi monitorada e de acordo com o resultado de exames, a dieta não é prejudicial.   

      A explicação é simples: não se trata de nenhuma mágica, e sim de números. Se um corpo queima X calorias por dia e ele consome menos calorias diárias, obviamente está queimando mais calorias do que consome, independentemente da origem dessas calorias. 

         O americano garante o sucesso de suas louca dieta e  diz que a chave é a "variedade" e inclui de tudo na dieta, desde pequenas salsichas para cães com fruit beers na parte da manhã, até algumas imperial stouts no jantar. Para os apreciadores de boas cervejas, isso é apenas uma desculpa para apreciar novos rótulos e novos sabores!
 







 

 

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

ÓTIMA REPORTAGEM DA EXAME SOBRE O PANORAMA DA CERVEJA ARTESANAL NO BRASIL

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


A Revista Exame publicou excelente matéria sobre o panorama da cerveja artesanal no Brasil, com análise de Túlio Rodrigues, um dos fundadores da Beer Academy. A reportagem é de Priscila Zuini, em 28/08/2014. Boa leitura!

 
"Empresário fatura R$ 3,5 mi com “universidade da cerveja”

Túlio Rodrigues, da Beer Academy, ensina outros empreendedores a entrarem no mercado cervejeiro
 
São Paulo – Antes tida como bebida barata, a cerveja alcançou o status de produto artesanal e deve ser degustada e harmonizada sempre que possível. Hoje, cerca de 2% do mercado está nas mãos de microcervejarias, mas a tendência é que este número cresça. Foi pensando nisso que Túlio Rodrigues criou a Beer Academy, uma espécie de universidade da cerveja que capacita quem quer empreender nesta área.

A história de Rodrigues com a cerveja é antiga. Aos 22 anos, foi contratado como trainee em uma cervejaria. “Trabalhei muitos anos nessa cervejaria, mas não é um dos empregos mais fáceis do mundo e chegou um momento que queria estudar fora. Comecei a conhecer o mundo das cervejas especiais lá fora”, diz. Segundo ele, foi em San Diego, nos Estados Unidos, um dos principais polos de microcervejarias, que se aprofundou no tema.

Depois de alguns cursos e mais cargos executivos em grandes empresas, o empreendedor resolveu seguir seu instinto. “Sou filho de pai e mãe professores que tiveram escola a vida inteira. A educação vem na veia da família há muito tempo. Sempre acreditei que a educação é uma das melhores maneiras de fidelizar um segmento, produto ou mercado”, conta.

Cansado da vida corporativa, Rodrigues viu na cerveja uma oportunidade de unir educação e empreendedorismo. Em 2010, juntou-se ao irmão para prestar consultoria a cervejarias e criou um dos primeiros cursos de sommelier de cervejas do Brasil. “Estava em um momento de estresse bastante grande e decidi sair do mundo corporativo para montar a Beer Academy. O que era uma idéia embrionária virou uma coisa bem legal, bem grande”, diz.

Hoje, a empresa capacita empreendedores que queiram se aventurar neste mercado e também continua prestando consultoria a grandes empresas, o que garante boa parte da receita do negócio. Para educar o mercado, a empresa criou ainda a Sociedade da Cerveja, um portal gratuito para quem quer se informar sobre o tema. “Isso é uma pitada para quem quer entrar nesse mundo cervejeiro”, diz.

A empresa fatura cerca de 3,5 milhões de reais ao ano e já atendeu mais de 1,5 mil alunos, que aprendem dentro das cervejarias como o negócio funciona. Entre os novos planos, está a criação de uma sede própria em São Paulo, dentro de um ponto de venda de cervejas

Entrar no mercado de 14 bilhões de litros não é tarefa simples. É preciso criatividade. “O mercado cervejeiro profissional não é fácil, principalmente pela carga tributária que tem no Brasil. A microempresa tem carga bastante grande, porém nós, como brasileiros, temos uma criatividade tão grande e estamos fazendo cervejas muito boas e premiadas no mundo todo. Essa garra supera as dificuldades de ser um empreendedor no Brasil”, diz.

Para Rodrigues, o espaço para cervejas especiais continua grande no mercado. “A gente tem uma demanda muito grande por novos produtos, cervejas especiais de verdade. A melhora financeira importante dos últimos 15 anos faz com que o consumidor queira produtos especiais, premium”, conta. Para ter sucesso, é preciso estudar bem o mercado e não confundir um gosto pessoal com um empreendimento. “É preciso levar muito a sério e respeitar as etapas com um bom planejamento”, ensina. 






 




 





CERVEJA PRODUZIDA EM MINAS GERAIS É ELEITA A MELHOR DO MUNDO EM CONCURSO NOS EUA

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


O número de rótulos das cervejas artesanais no Brasil e no mundo não para de crescer. Este ano a Cervejaria Wals, uma cervejaria artesanal mineira,  faturou a World Bier Cup, a Copa do Mundo das Cervejas nos Estados Unidos. A Cervejaria Wals, do bairro da Pampulha, em BH, foi fundada em 1999 e já produz uma boa variedade de rótulos: Wals Bohemia Pilsen, Wals Witte, Wals Brut, Wals Verano, Wals Stadt Jever Extra Lager, Wals  Stadt Jever Rock & Gol, X Wals, Wals Sesion Citra, Wals Duke N’Duke, Wals Niobium, Wals Petroleum, Wals Vanilla Hoppy Cookie, Wals 42, Wals Dubbel, Wals Trippel e Wals Quadruppel.

A melhor cerveja do mundo, quem diria, é mineira e foi escolhida entre 5 mil receitas, em um dos mais disputados concursos do mundo, nos Estados Unidos. Há sete anos, a cervejaria fazia 500 litros por mês. Hoje, são 60 mil litros. Tudo com tecnologia nacional.

O mercado tem se profissionalizado, ganhado espaço no exterior e, cada vez mais, o setor cervejeiro tem deixado de ser apenas um hobby. Hoje, no Brasil, existem cerca de 270 microcervejarias, e muitas começaram com panelas, no quintal de casa mesmo.

Com um crescimento de 21% ao ano, o país produz hoje 70 milhões de litros de cerveja especial. Minas Gerais é o estado com mais estilos diferentes: são 52.

Ainda existe muito espaço para quem está já está produzindo, aperfeiçoar tecnologias, criar novas receitas, bem como para quem está querendo criar um produto novo, de qualidade, uma cerveja realmente diferente para estar acompanhando essa nova tendência. Espaço e tecnologia o Brasil tem! Bons mestres-cervejeiros também! E consumidores ávidos por cerveja de qualidade, mais ainda!

A seguir, o depoimento da Cervejaria Wals:

A cervejaria Wäls se orgulha de participar do movimento cultural que mais cresce no País . Cerveja com qualidade, sabores e aromas surreais. Agradecemos sempre o carinho da mídia que prestigia o nosso trabalho. Agradecemos ainda mais à nossa equipe que trabalha incessantemente para atingir os resultados. E aos nossos amigos consumidores, que apreciam as melhores cervejas, nosso sincero muito obrigado. Sabemos que os desafios que estão por vir são enormes e a única certeza que temos é que vamos continuar focados em produzir as melhores cervejas do Mundo. Wäls - Novo Brasil Cervejeiro.”

(fonte pesquisada: Jornal O GLOBO em 27/08/14)









quarta-feira, 27 de agosto de 2014

CERVEJARIAS ARTESANAIS SÃO EXCLUÍDAS DO NOVO SIMPLES NACIONAL

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


“Cerveja artesanal não é bebedeira, coisa do demônio! É mais empregos por litro, é desenvolvimento regional, é fomento ao turismo local, é incentivo ao consumo moderado e responsável, é BEBA MENOS E MELHOR!
Até agora, somente UM candidato a deputado estadual por São Paulo declarou apoio ao setor ( Mauricio Balieiro Lodi). Onde estão os demais candidatos a apoiar essa causa justa?”
Publicado por Mauricio Beltramelli, Professor do Science of Beer, Autor do livro “Cervejas, Brejas e Birras”.

 
Em acordo com o governo para garantir a aprovação do texto-base, os parlamentares retiraram da proposta inicial os fabricantes de bebidas. O governo federal argumenta que não quer incentivar o consumo de álcool. É mole? Mas como? Se a proposta das cervejarias artesanais é exatamente beber menos e com qualidade???

Sem falar nas grandes cervejarias e o lobby que tenta impedir o crescimento das cervejarias artesanais pelo país, pois os impostos pagos atualmente em equipamentos, matéria-prima e insumos é bem elevado e limita esse crescimento.

Veja abaixo, a orientação de cada partido pela inclusão da Cervejarias Artesanais no SILMPLES ou não...

PT: Não
PMDB: Não
PpPros: Liberado
PSD: Sim
PSDB: Sim
PrPtdobPrp: Não
DEM: Sim
PSB: Sim
Solidaried: Sim
PtbPsdc: Sim
PDT: Sim
PCdoB: Não
PSC: Não
PRB: Não
PV: Liberado
PPS: Sim
PSOL: Sim
PMN: Sim

Levantamento feito pela Veja SP, mostra que as doações feitas por três das maiores cervejarias do país - Ambev, Petrópolis e Kirin Brasil - aos políticos nas eleições de 2010 somam mais de R$ 19 milhões. As doações foram feitas perfeitamente dentro da lei. Mas indicam o interesse das empresas nas discussões legislativas... (FONTE: REVISTA VEJA)

Portanto, devemos lembrar que a produção artesanal gera emprego, gera renda, e não pode ser tributada como a daqueles setores que produzem em grande escala. As cervejarias artesanais nacionais devem se mobilizar para cobrar esse assunto!




CERVEJARIA BESTEN – ITAPERUNA (MG)

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves



A Cervejaria Besten (em alemão, “o melhor”) foi fundada em Itaperuna, Minas Gerais, com o conceito de brewpub.  Brewpubs são bares que produzem a própria cerveja no local e só as vendem ali mesmo. No caso da Besten, haverá um serviço de delivery para valorizar festas e eventos e todos os tamanhos. A produção é totalmente artesanal, com cercade 25.000 litros por mês. Atualmente produzem três estilos: Munich Helles, Dunkel e Weiss.

CERVEJAS PRODUZIDAS:

·         Besten Helles

·         Besten Dunkel

·         Besten Weiss
 





 

MONDIAL DE LA BIÈRE RIO 2014 – 20 A 23 DE NOVEMBRO

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


Fundado em 1994, sobre a governança de Jeannine Marois (presidente e co-fundadora do festival) e sua equipe, o Mondial de La Bière tornou-se o mais importante festival de cervejas internacionais na América. Além de Montreal (Canadá) o evento é realizado também em Mulhouse (França) e Rio de Janeiro (Brasil).
No Brasil, o festival chega em sua 2ª edição como o mais importante festival internacional de degustação e difusão da cultura cervejeira para mais de 20 mil pessoas. Além de mais de 600 rótulos de cervejas especiais para degustação, o evento oferece aos visitantes um extenso segmento educacional com workshops e talk-shows. (FONTE: MONDIAL DE LA BIÈRE RIO)

A feira é uma ótima oportunidade para os admiradores de cervejas especiais, que buscam novos aromas e novos sabores, encontrar uma variedade de rótulos nacionais de cervejarias premiadas internacionalmente, experimentar lançamentos, buscar conhecimento e beber cerveja de boa qualidade. O prazer da degustação se dá através dos mais de 600 rótulos diferenciados, apresentados por cervejarias, importadores e distribuidores. Além disso, no evento poderão ser saboreados petiscos que combinam muito bem com diferentes estilos, possibilitando incríveis harmonizações.

Como na edição passada, o Mondial de La Bière Rio 2014 acontecerá no Terreirão do Samba (Rua Benedito Hipólito, s/nº, Praça Onze), de 20 a 23 de novembro.

Expositores já confirmados:

·         Cervejaria 2 Cabeças

·         Cervejaria Baden Baden

·         Cervejaria Brassaria Ampolis

·         Cervejaria Provincia

·         Cervejaria Backer

·         Cervejaria Bodebrown

·         Cervejaria Burgman

·         Cervejaria Colorado

·         Cervejaria Dom Haus

·         Cervejaria Fraga

·         Cervejaria Insana

·         Cervejaria Invicta

·         Cervejaria Magnum Prime Beer

·         Cervejaria Therezópolis

·         Cervejaria Noi

·         Cervejaria Mistura Clássica

·         Cervejaria Urbana

·         Cervejaria Dama Bier

·         Cervejaria Eisenbahn

·         Cervejaria Jeffrey

·         Cervejaria Júpiter

·         Cervejaria Three Monkeys Beer

·         Cervejaria Besten

·         961 Beer (a cerveja libanesa que chegou ao Brasil)

Além de importadores, distribuidores e empresas ligadas ao mundo cervejeiro:

·         Bier and Wine Importadora

·         Chopeiras Ribeirão Meno

·         Beer Planet

·         Meara Importadora e Distribuidora

 



CERVEJARIA HAPPY BREW – SOROCABA (SP)

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves



A Cervejaria HB - Happy Brew - surgiu de experiências e tentativas de homebrewers (cervejeiros caseiros) em buscar cervejas que satisfaziam suas expectativas. Cervejas Puro Malte que tivessem personalidade e "bom gosto", como descrevem em seu site. Com a aquisição de um equipamento industrial de produção a cervejaria tomou forma e no ano de 2013 iniciou suas atividades, na cidade de Sorocaba, São Paulo. Produz os estilos Pilsen, Vienna Lager, Witbier e IPA. Promove cursos para homebrewers e participa deeventos na região.

CERVEJAS PRODUZIDAS:

·         Happy Pilsen

·         Cara Vermelha

·         Happy Wit

·         Skurba India Pale Ale






terça-feira, 26 de agosto de 2014

FESTIVAL DE INVERNO 2014 CERVEJAS ARTESANAIS DE SOROCABA (SP)


Por Leticia Souza Gomes e Artur Neves


Festival de Inverno 2014 Cervejas Artesanais de Sorocaba

No dia 20 de setembro vai acontecer o Festival de Inverno 2014 Cervejas Artesanais de Sorocaba, um festival para apreciadores das cervejas artesanais, churrasco e rock’n roll. O evento será de 12 às 17h, no Planet Beer Sorocaba. Serão 10 torneiras de chopps de diferentes rótulos de cervejas especiais das cervejarias Happy Brew, Bamberg, Hoffen e Burgman.

Informações:

https://www.facebook.com/planetbeersorocaba
Rua Salvador Milego, 319
Sorocaba/SP
(15) 3359-5644
 





 

INVICTA COMEMORA 3 ANOS E LANÇA A CERVEJA BAVARIAN IPA

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves

Invicta comemora 3 anos e lança Bavarian IPA com flor afrodisíaca

No dia 23 de agosto de 2014, a Cervejaria Invicta, de Ribeirão Preto, postou em sua rede social, o seguinte depoimento:

Hoje é um dia de comemoração e orgulho para toda equipe, pois a três anos estávamos inaugurando a Invicta. O tempo realmente voa, parece que a festa de inauguração foi ontem! Ao longo desse tempo, enfrentamos muitos desafios, quem está no mercado sabe como é, lançamos 8 rótulos, fizemos parcerias e amigos, vímos a fábrica ficar pequena, nossas cervejas serem premiadas em diversos concursos, ganhamos fãs, aprendemos muito e temos muito a aprender, para fazer cada vez melhor e honrar esta arte que é fazer cerveja.

Fica aqui o nosso agradecimento a tosos os invictos, que são a razão do nosso trabalho, e vamos aproveitar a oportunidade para comunicar que o presente de três anos vai sair de nossas panelas em alguns dias... Vamos comemorar com cerveja nova! Um brinde!” (FONTE: CERVEJARIA INICTA)
E assim, a Cervejaria Invicta cumpriu a sua promessercado sabe como é, lançamos 8 rótulos, fizemos parcerias e amigos, vimos a fábrica ficar pequena, nossas cervejas serem premiadas em diversos concursos, ganhamos fãs, aprendemos muito e ainda temos muito a aprender, para fazer cada vez melhor e honrar esta arte que é fazer cerveja.
Fica aqui o nosso agradecimento a todos os invictos, que são a razão do nosso trabalho, e vamos aproveitar a oportunidade para comunicar que o presente de três anos vai sair de nossas panelas em alguns dias, vamos comemorar com cerveja nova!
Um brinde!
a: uma cerveja nova, com um ingrediente novo e desconhecido pela maioria: a Turnera Diffusa, mais conhecida como Damiana, uma flor nativa da América Central, México, América do Sul e Caribe. Essa flor é famosa por suas propriedades afrodisíacas desde que missionários espanhóis registraram que os índios mexicanos bebiam o chá da flor misturado com açúcar para aumentar a potência sexual. Então, só nos resta degustar a Invicta Bavarian IPA!