Google+ Badge

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

MOTIVOS PARA IR AO FESTIVAL DA CERVEJA GAÚCHA 2014

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves



O 1o FESTIVAL DA CERVEJA GAÚCHA começa amanhã, na cidade de Santa Cruz do Sul, RS. E os motivos para que você vá a esse festival são inquestionáveis... Veja o que te espera, visitante!!! Presenças ilustres no FESTIVAL DA CERVEJA GAÚCHA!!!





Uma receita desenvolvida em parceria entre a Cervejaria Irmãos Ferraro, de Porto Alegre com o Beer Sommelier Eduardo Pelizon, também de Porto Alegre. Trata-se de uma IRISH CREAM RED ALE...maltes selecionados, muita aveia, lupulagem totalmente britânica e um sabor sem igual!!! SÓ 20 LITROS para o Festival!!!!!!!!
 
 

 Essa cerveja é da Cervejaria Farrapos, que com esse nome, ela não poderia ficar de fora do Festival da Cerveja Gaúcha. Ela foi a primeira cervejaria artesanal de Passo Fundo.  A cerveja aí da foto, é uma Pilsen Extra. Ela é clara e leve, com uma espuma cremosa e um sabor bem especial. Quem gosta de cervejas menos encorpadas, com certeza vai gostar muito. Não deixem de passar no estande deles para experimentar!
 


 Lake Side Beer, a primeira cerveja Glúten Free do Brasil. A cervejaria de Passo Fundo traz para o festival a sua clássica Lager com aroma de malte e cevada com um toque cítrico. Tem o paladar com predominância do malte e o seu final é seco e levemente amargo.   Em tempos em que o glúten virou um grande vilão para algumas pessoas e suas dietas, a Lake Side virou uma ótima alternativa. Parabéns pela iniciativa e pela boa cerveja, Lake Side Beer!
 
 
Essa é mais uma grande cerveja da Cervejaria Heilige que estará no festival, a Red Ale. Ela é encorpada e de paladar intenso. Na receita, só utilizam maltes importados e selecionados, tudo para garantir uma espuma densa e cremosa. Ela tem coloração acobreada e aroma de caramelo.  Quem é apreciador do estilo Red Ale não pode ir ao festival e não experimentar essa cerveja! Anotem aí: Red Ale Heilige.
 
 
Mais uma ótima Pale Ale que estará no Festival da Cerveja Gaúcha!  A Cervejaria Selva, de Cachoeira do Sul, apresenta essa baita cerveja que tem amargor destacado, com notas florais e cítricas, equilibrando perfeitamente com o caramelo característico do malte.  Aproveite para conhecer mais três estilos, uma Red Ale, uma Weiss e uma Belgian Ale.
 
 
Olha aí a representante de São Vendelino, a Cervejaria Urwald. Esse é o chopp Weiss dos amigos. Uma cerveja de trigo, levemente turva e não filtrada. Ela é refrescante e com sabores frutados que remetem a banana e cravo. 
 
 
Mais uma ótima opção pra vocês experimentarem lá no Festival. Essa é da Cervejaria Horst&Biermann, da Zona Sul de Porto Alegre, mais especificamente do Guarujá.   Por ser uma Weiss, leva malte de trigo, claro. Tem uma espuma cremosa e pronunciada. É de cor clara, possuindo uma turbidez natural e traz aromas de especiarias. Ela não é filtrada nem pasteurizada....  Anota esse nome aí: Horst&Biermann. Nós já provamos e aprovamos!  Ah, vale lembrar que eles ainda vão levar uma IPA, uma Pilsen e uma Stout.
 
 
Essa é uma realmente uma baita cerveja. É a American Pale Ale da Baita Bier, de Novo Hamburgo. Uma cerveja com bom um aroma de lúpulo, resultante do dry-hopping, e com um caráter cítrico, muitas vezes lembrando maracujá. Tem amargor de moderado a alto e com um final um pouco seco. Todos que experimentam fazem elogios a essa APA.  O pessoal da cervejaria vai esperar vocês em Santa Cruz com mais uma Special Blond Ale, uma American Brown Ale e uma American Stout.
 
 
Esse é um dos chopes mais clássicos da serra gaúcha, o Pilsen da Cervejaria do Farol, de Canela. Uma cerveja leve e com um sabor bem característico dessa cervejaria. Quem aprecia uma boa cerveja e gosta de ir pra serra, não pode deixar de dar uma passadinha lá pra conhecer a cervejaria.  Além da Pilsen, o pessoal da Cervejaria do Farol vai levar também uma Weiss e, possivelmente, uma Stout...
 
 
Esse é o clássico chope Pilsen da Cervejaria Rasen Bier, de Gramado. Segundo eles, esse chope segue à risca a lei de pureza alemã de 1516. É uma cerveja leve, saborosa e de alta drinkabilidade. A Rasen levará também outros estilos.
 
 
Mais uma grande cerveja que estará no festival, a Tupiniquim/ Evil Twin - Extra Fancy IPA. Uma cerveja colaborativa feita com Jeppe Jarnit-Bjergsø, da cerveja cigana Evil Twin, que leva limão em sua composição. Mais uma bela IPA da Cervejaria Tupiniquim.
 
 
Um dos destaques da Perro Libre, de Porto Alegre, é a Hoppin Hood. Uma American Pale Ale de causar inveja no Tio Sam. O malte Maris Otter dá um perfil muito característico para ela que, mesmo tornando-se mais seca, têm um sabor cítrico, que é acompanhado por uma enorme presença lupulada lembrando maracujá.  Como dizem os próprios Perros Libres, ela tem "Mucho Lúpulo!"
 
 
A cervejaria H Bier,  de Santa Cruz do Sul,  tem uma IPA com sabor amargo, frutado e maltado. O aroma e o sabor de lúpulo são bem  marcantes, seguindo bem o estilo India Pale Ale. 
 
 
Olha aí a Cervejaria Barley mostrando a sua Âmbar. E no próprio rótulo eles já dizem "Quem prova nunca esquece". É verdade.  Ela é uma cerveja encorpada, com aroma levemente torrado e equilibrado com os lúpulos.   Ela vai estar nos esperando em uma das torneiras do estande da Barley.
 
 
Essa aí da foto é Red Ale, da Cerveja Tavola, de Porto Alegre. Ela é feita com maltes importados, que são utilizados em maior quantidade, por isso tem sabor inicial típico de malte com nuances de caramelo. Com amargor e teor alcoólico médio, é uma cerveja encorpada e de espuma consistente.
 
 
As "Malvadezas" estão mais que confirmadas no Festival. Quem já foi ao MALVADEZA PUB  ou já bebeu elas por aí, sabe bem o quanto são especiais.   É difícil indicar qual delas vocês devem provar, então recomendamos que experimentem todas quando passarem pelo estande da Cerveja Malvadeza. É o que eles garantem!
 
 
Olha aí, mais uma Weiss nas torneiras do Festival. Essa é da Cerveja Imigração, de Campo Bom. É uma cerveja encorpada, feita com maltês de trigo. Tem coloração dourada e uma aroma suave e frutado, com notas de banana e cravo.
 
 
A Funhouse, da Cervejaria Seasons de Porto Alegre estará presente. Ela é uma Belgian Blond Ale que tem em sua receita temperos como casca de laranja e sementes de coentro moídas na hora, tudo para realçar a experiência de sabor.
 
 
Essa é Kojak IPA, da Cervejaria Baldhead, de Porto Alegre. Ela foi lançada no Festival Brasileiro da Cerveja - Blumenau/SC e agradou bastante o público. É uma IPA com intenso aroma e amargor equilibrado. É produzida com um único tipo de lúpulo, o americano Columbus. 
 
Essa é a clássica Export, da Cervejaria Abadessa, uma das cervejarias pioneiras do nosso estado.  A Export é uma cerveja muito saborosa de cor cobre avermelhada e opaca, com aroma bem equilibrado, notas de caramelo e suave nuances de mel.  Uma baita cerveja que estará em uma das torneiras do estande da Abadessa. Não deixem de experimentar!!!
 
 
Agora é a vez do Lagom Brewerypub, de Porto Alegre, apresentar seu arsenal de ótimas cervejas! Seguindo a ordem foto, nós temos a Red Ale, a Weiss, a Dry Stout e a American Pale Ale. Todas excelentes e sempre disponíveis nas torneiras do Pub, um dos melhores de Porto!

 
Essa é a Coruja Strix! Ela é uma cerveja acobreada, de sabor acentuado e aroma diferenciado. Tem a força dos maltes especiais e a refrescância do mix de lúpulos. E a Cervejaria Coruja vai estar lá com todo o seu time!!!
 
 
Essa é a Lucky Jack, da Babel Cervejaria. É uma Bitter de aroma e sabor moderado de malte tipo caramelo e castanha. Uma ótima pedida para quem quer pouco teor alcoólico sem abrir mão do sabor. Vai estar no Festival!!!

 
Essa é a clássica Pilsen, da Cervejeria Hunsrück, de Dois Irmãos. Uma cerveja leve e de coloração dourado claro, que estará no festival com outros rótulos da cervejaria.
 
 
Muitas delícias para harmonizar com os diferentes estilos de cervejas e chopps artesanais.
 



 
 
E para tudo ficar perfeito, muita música no 1o FESTIVAL DA CERVEJA GAÚCHA!!! 

 







 
 FONTE: FESTIVAL DA CERVEJA GAUCHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário