Google+ Badge

quarta-feira, 23 de julho de 2014

UMA CERVEJARIA DENTRO DE UM NAVIO?

Por Letícia Souza Gomes e Artur Neves


Que as cervejas artesanais já conquistaram o mundo, isso não temos dúvida! Que já existem roteiros de navios que levam seus passageiros para conhecer cervejarias artesanais em cidades do seu trajeto, isso também já sabemos! Agora, um navio que tenha uma cervejaria dentro dele e que produza sua própria cerveja e em diferentes estilos, isso é novidade! E que a água utilizada para a fabricação dessa cerveja vem do mar? Isso nem imaginávamos!

Pois é! Isso já existe! E não só em um navio, mas em três! Isso mesmo, três navios-cervejaria!!! Essa inovação veio da AIDA Cruises, proprietária dos navios AIDAsol, AIDAstella e AIDAblu. Como isso foi possível? Bom, primeiramente houve a instalação dos equipamentos envolvidos nas etapas da produção de uma cerveja artesanal, bem como as adaptações necessárias para não balançar a cerveja, principalmente em dias de mares agitados. Cerveja boa não pode ser agitada segundo os mestres-cervejeiros. Por falar em mestre-cervejeiro, este profissional foi imprescindível para o sucesso dessa aventura. Não se pode produzir uma boa cerveja, sem um bom mestre-cervejeiro.

Outro fator fundamental para a qualidade da cerveja é a água. Mas o navio está no meio do oceano... E a água do mar á salgada... Fazer cerveja com água salgada? Nada disso! A água utilizada no processo passa por um complexo sistema de dessalinização e de limpeza. Depois ainda tem o processo de remineralização, para então a água estar em condições de ser utilizada para a fabricação da cerveja.

E os estilos produzidos nesses incríveis navios-cervejaria? Foram produzidos a AIDA-Zwickel, uma cerveja padrão não filtrada, uma Maibock, uma Oktoberfest e uma Irish Stout.

O roteiro por onde esses incríveis navios-cervejaria passam? Ainda distante de nós, lá no Mar do Norte... São cinco países visitados: Holanda, Bélgica, França, Inglaterra e Alemanha. Existe também um roteiro que passa pelo Mediterrâneo.

Leia a reportagem completa na Revista da Cerveja, texto de Herbert Schumacher, da Cervejaria Abadessa.





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário